Fotos

220 000 €

Prestação Estimada
CALCULAR

Terreno com 3412m em Mesão Frio, Guimarães

Guimarães, Mesão Frio

Referência: C0251-01520

Terreno com 3412m em Mesão Frio, Guimarães
Guimarães MHSE é uma cidade portuguesa situada no Distrito de Braga, região do Norte e sub-região do Ave (uma das sub-regiões mais industrializadas do país) e ainda à antiga província do Minho, com uma população de 54 097 habitantes[4], repartidos por uma malha urbana de 23,5 km², em 20 freguesias e com uma densidade populacional de 2223,9 hab./km².[5]

É sede de um município com 240,95 km²[1] de área e 158 124 habitantes (2011)[2] (em queda se comparada com a população estimada de 162 592 habitantes em 2009[6] e aos Censos de 2001), subdividido em 69 freguesias, (agrupadas em 48 novas freguesias com a reorganização administrativa das freguesias, mantendo as anteriores freguesias a "sua identidade histórica, cultural e social, conforme estabelece a o artigo nº4 da Lei n.º 22/2012, de 30 de maio")[3] sendo que a maioria da população reside na cidade e na sua zona periférica. O município é limitado a norte pelo município de Póvoa de Lanhoso, a leste por Fafe, a sul por Felgueiras, Vizela e Santo Tirso, a oeste por Vila Nova de Famalicão e a noroeste por Braga.

É uma cidade histórica, com um papel crucial na formação de Portugal, e que conta já com mais de um milénio desde a sua formação, altura em que era designada como Vimaranes. Podendo este topónimo ter tido origem em Vímara Peres, nos meados do século IX, quando fez deste local o seu principal centro governativo do condado Portucalense que tinha conquistado para o Reino das Astúrias e onde morreu.[carece de fontes]

Guimarães é uma das mais importantes cidades históricas do país, sendo o seu centro histórico considerado Património Cultural da Humanidade, tornando-a definitivamente um dos maiores centros turísticos da região. As suas ruas e monumentos respiram história e encantam quem a visita.

A Guimarães actual soube conciliar, da melhor forma, a história e consequente manutenção do património com o dinamismo e empreendedorismo que caracterizam as cidades modernas, que se manifestou na nomeação para Capital Europeia da Cultura em 2012, factores que levaram Guimarães a ser eleita pelo New York Times como um dos 41 locais a visitar em 2011 e a considerá-la um dos emergentes pontos culturais da Península Ibérica.[7] Foi ainda Cidade Europeia do Desporto (CED), em 2013. Nesta última, Guimarães foi distinguida como sendo a melhor CED de 2013.

Detalhes
  • Preço:  220 000 €  
  • Estado: Venda
  • Área bruta:  3 412 m2
Prestação Mensal Estimada

220 000 €

Intermediário de crédito
Clique para uma simulação personalizada


Dominio e Capacidade Mediação Imobiliária, Lda  AMI: 8947